Aloe Vera - Rainha das Plantas Medicinais

Nov. 26, 03 009 A Aloe Vera é da família das Liliáceas e da espécie “Barbadencis Miller”- Ler “Polémica Sobre o Enquadramento Científico da Família das Aloes” . Não é um cacto, nem uma agava, piteira ou crassulácea. Não deve ter a designação própria de “Aloés”. A folha contém dois sucos fundamentais com mais de 200 ingredientes:

O GEL
Suco incolor da polpa (composto por um parênquima aquífero de 99,5% água), rico em agentes activos (205 princípios activos identificados) com filamentos de muco-polissacarídeos em quantidade adequada para benefício da saúde. Contém boas enzimas, 19 aminoácidos, minerais e algumas vitaminas bem como outros pequenos agentes terapêuticos como as ligninas, saponinas, acetilatos manosas etc. Esta polpa translúcida não é tóxica, porém contém algumas bactérias nocivas ao nosso organismo. Assim, todo o parênquima deve ser devidamente purificado, descontaminado e estabilizado.

A ALOÍNA
Suco amarelo, óleo resinal de Látex chamado também de Aloina. É uma droga laxativa, um concentrado tóxico composto por 12 antraquinonas, os seus constituintes dominantes, e uns pequenos antraglicósidos. Por causa dos seus efeitos nefastos, devido à sua grande concentração, este complexo não deve ser consumido . A sua comercialização como suplemento dietético e em sumos, foi proibida nos E.U.A. pela FDA em muito devido ao perigo dos seus constituintes activos. Estudos recentes feitos por uma universidade em New Jersey USA provam que estes antraquinonas são altamente perigosos.

A Força da NaturezaCOMO AVALIAR A OLHO NU

Para avaliar, a qualidade de um sumo de Aloe Vera, (de acordo com as normas regulamentares) a “olho vivo”, veja a sua cor. Tem que ser incolor, mais ou menos transparente (translúcido), não muito liquido como água, mais natural se tiver parênquima flutuante. Os pedacinhos de polpa devem ser incolores. (A polpa da folha tem 99,5% de água natural consistente da própria planta). Não deve ser amarelo ou castanho, o que sugere a presença, respectivamente de “Yellow Sap” (concentrado de antraquinonas), Aloina ou Aloe-emodina (castanho avermelhado) e outros contaminantes prejudiciais ao nosso organismo. A cor castanha pode significar também que o parênquima está oxidado. Nestes casos os seus polissacarídeos são muito elevados e prejudiciais. (também pelo facto de poderem acrescentar açucares).

Esta informação de um site espanhol está correcta:

El Aloe vera o zábila es una planta que ha sido utilizada, desde tiempos muy antiguos, para tratar un gran número de enfermedades. Las hojas de Aloe contienen dos componentes: el mucílago o gel y el látex. Este último es el líquido amarillo y amargo contenido en la corteza del cual se extraen antraglicósidos que producen un efecto catártico muy pronunciado. Además se ha reportado que estas sustancias y sus derivados son citotóxicas. El gel de Aloe vera contiene dos macromoléculas importantes: proteinas y polisacáridos. Las primeras tienen actividades que actúan en los procesos inflamatorios e inmunológicas. Las segundas, utilizadas como fuente de energía por la planta, tienen también actividades inmunomodulatorias que están relacionadas con propiedades benéficas del gel. La elaboración de un gel de Aloe vera que no fuese tóxico para la célula y que preservara sus propiedades benéficas.El protocolo diseñado contempla la extracción del gel de Aloe vera de las hojas, seguido de homogeneización y filtración a través de una columna de carbón activado (debido a que este procedimiento esta en proceso de patentamiento, no se pueden dar mas detalles). Este último paso puede ser substituído por precipitación con alcohol. Se determinó que este tratamiento elimina de los geles componentes aromáticos tóxicos como la aloina ó sus derivados. Como medida de las propiedades benéficas del gel se determinaron propiedades inmunomodulatorias del mismo. Presidenta de Fundabiomed. Para mayor información, Email: biomed@telcel.net.ve (atn:Dra. Flor Herrera)

Mais dados sobre Aloe Vera:

Reconhecida por muitos cientistas internacionais como uma planta com características únicas contendo justificadamente ambas propriedades curativas e de prevenção.

Usada ao longo da história, como medicamento natural para diversos casos de doenças e para o rejuvenescimento (A polpa da Aloe Vera tem propriedades que fazem retardar o processo de envelhecimento das células).

Dr. John P. Heggers (Ph.D.)

“Aloe Vera contém salicilatos e antranicinas, substancias activas que penetram no tecido celular cobrindo e protegendo a pele dos efeitos negativos do sol”.

“Aloe Vera contém também prostaglandinas, propiedades inibitórias que têm várias acções terapeuticas”.

“As evidências experimentais e clinicas apresentadas, mostram que a Aloe Vera tem também um potencial analgésico ou um anestético efeito devido ao perfeito enquadramento do magnésio no resto dos seus elementos. Tem sido provado o seu efeito anti-inflamatório bem como um melhoramento da corrente sanguínea.”

“As propriedades curativas da Aloe Vera têm de facto uma base científica.”

Dr. Ronald P. pelley (Ph.D.), Cientista Bioquímico:

“As substancias da Aloe Vera funcionam na prevenção de certas doenças, no alívio das dores e dão maior rapidez aos tratamentos curativos.”

“Irei investigar nas áreas onde o gel da Aloe Vera oferece potenciais vantagens: Na prevenção de doenças especialmente gastrointestinal e ulceras, no alivio das dores e na aceleração na cura das feridas.”

Dr. Ian Bier(N.D.), Dr. Alexander G.Schauss (Ph.D.)

“Revendo os estudos científicos que existem, a Aloe Vera provê suficiente evidência que prova também benefícios no tratamento da HIV. Um estudo experimental provou a eficácia da Aloe Barbadensis no tratamento de pessoas com o sistema imunológico afectado pelo HIV.”

“Aloe Barbadensis tem um interesse particular devido aos componentes imunologicamente activos que contém.”

“O Acemannan, (um acetilato manosa, específico encontrado na polpa da Aloe Vera) é um imunodulatório.”

Dr.Mc.Daniel, Dr.McAnalley, and Eng. White

“Estudos efectuados provam que a Aloe Barbadensis inibe a proliferação do herpes, sarampo e HIV-1.”

Dr. Hart, L.A., Nibbering, (P.H.)

“Existem efeitos positivos nos baixos constituintes moleculares do gel da Aloe Vera, no processo oxidativo do metabolismo na citotoxicidade, e na actividade bactericidal neutrofila do corpo humano.”

Dr. Wendell D. Winters, (Ph.D.)

“Pesquisas agora confirmam que as substancias da Aloe Vera têm uma forte interacção com as células do nosso sitema imunologico.”

PortAloe é sinónimo da pureza da polpa de Aloe Vera. Marca de qualidade internacional. Extração 100% natural do gel, sem o concentrado de aloína (látex entre a casca e a polpa também chamado de “yellow sap”).

O gel fresco extraído da folha é naturalmente incolor. O “filete” de gel é imediatamente estabilizado, descontaminado e purificado, de maneira a evitar alterar as suas propriedades naturais.

Produto 100% orgânico e natural.